Sistema Normas Receita Federal - Acompanhamento diário da legislação atualizada da RFB

Página Principal imprimir documento
Ato Declaratório Executivo Coana nº 2, de 05 de março de 2004
Multivigente Vigente Original Relacional
(Publicado(a) no DOU de 08/03/2004, seção 1, página 17)  

Relaciona os requisitos mínimos e estabelece cronograma para sua comprovação, no caso de requerimento de nova habilitação para operar os regimes aduaneiros especiais de Depósito Afiançado e de Depósito Especial.

(Revogado(a) pelo(a) Ato Declaratório Executivo Coana nº 3, de 18 de março de 2004)

O COORDENADOR-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO ADUANEIRA, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no § 1º do art. 26 da Instrução Normativa SRF nº 364, de 16 de outubro de 2003, e no § 1º do art. 27 da Instrução Normativa SRF nº 368, de 14 de janeiro de 2004, declara:

  (Retificado(a) em 10/03/2004)

O COORDENADOR-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO ADUANEIRA, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no § 1º do art. 26 da Instrução Normativa SRF nº 364, de 16 de outubro de 2003, e no § 1º do art. 27 da Instrução Normativa SRF nº 386, de 14 de janeiro de 2004, declara:

Art. 1º Para os efeitos do disposto no § 1º do art. 26 da Instrução Normativa SRF nº 364, de 16 de outubro de 2003, e no § 1º do art. 27 da Instrução Normativa SRF nº 368, de 14 de janeiro de 2004, são requisitos mínimos de controle fiscal e quantitativo exigidos para operar os regimes aduaneiros especiais de Depósito Afiançado e de Depósito Especial:

I - comprovação de que os sistemas corporativos de controle de estoque e escrituração dos livros fiscais de registro de entrada e saída operam de forma integrada, segundo o disposto no inciso I do art. 7º do Ato Declaratório Executivo (ADE) Conjunto Coana/Cotec nº 1, de 20 de janeiro de 2004; e

II - disponibilização das consultas não estruturadas previstas no item 2.1 e das consultas estruturadas previstas nos itens 2.2.1, 2.2.2, 2.2.4 a 2.2.6 e 2.2.8.

Art. 2º Os demais requisitos de controle fiscal e quantitativo deverão ser cumpridos até 30 de setembro de 2004.

§ 1º O registro do inventário de mercadorias admitidas nos regimes de Depósito Afiançado e Depósito Especial Alfandegado, bem assim de quaisquer mercadorias admitidas em outro regime aduaneiro especial, existentes no dia anterior à entrada em funcionamento do sistema, conforme prevê o art. 12 do ADE Conjunto Coana/Cotec nº 1, de 2004, deverá ser apresentado até 30 de junho de 2004.

§ 2º No caso de extinção da aplicação do regime em relação a mercadorias admitidas em Depósito Afiançado e Depósito Especial Alfandegado, existentes no dia anterior à entrada em funcionamento do sistema, o registro deverá ocorrer imediatamente após a respectiva baixa.

Art. 3º Este ADE entra em vigor em na data de sua publicação.

RONALDO LÁZARO MEDINA

*Este texto não substitui o publicado oficialmente.
Página Principal imprimir documento
Sistema mais bem visualizado nos navegadores Internet Explorer 6 e Mozilla Firefox 3.5 ou superiores.