Sistema Normas Receita Federal - Acompanhamento diário da legislação atualizada da RFB

Página Principal imprimir documento
Portaria RFB nº 702, de 05 de maio de 2008
Multivigente Vigente Original Relacional
(Publicado(a) no DOU de 07/05/2008, seção , página 19)  

Autoriza, em caráter temporário, a entrega, o embarque, a transposição de fronteira ou o desembaraço de mercadoria antes de concluída a conferência aduaneira, nas situações que especifica.

(Revogado(a) pelo(a) Portaria RFB nº 1728, de 14 de julho de 2009)

O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso III do art. 224 do Regimento Interno da Secretaria da Receita Federal do Brasil, aprovado pela Portaria MF nº 95, de 30 de abril de 2007, na defesa do interesse nacional e tendo em vista disposto nos artigos 518 e 534 do Decreto nº 4.543, de 26 de dezembro de 2002, resolve:

Art. 1º Autorizar, em caráter temporário, os chefes das unidades da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) onde houver acúmulo de cargas não desembaraçadas, na importação ou na exportação, a entrega, o embarque, a transposição de fronteira ou o desembaraço de mercadoria submetida a despacho aduaneiro antes de concluída a conferência, nas seguintes situações:

a) após a apresentação dos documentos correspondentes ao despacho aduaneiro, na hipótese de seleção para o canal amarelo;

b) cujos despachos estejam na situação de exigência para apresentação de documentos ou de esclarecimentos;

c) quando a conclusão do procedimento depender unicamente do resultado de laudo técnico ou de análise laboratorial, hipótese em que a mercadoria será desembaraçada imediatamente após a coleta da amostra ou dos elementos necessários à elaboração do laudo; ou

d) em outras situações justificadas, a critério da autoridade referida no caput, mediante a adoção das cautelas fiscais pertinentes.

§ 1º O disposto neste artigo não se aplica quando houver indício de infração punível com a pena de perdimento da mercadoria, aplicando-se, nesse caso, as normas estabelecidas na legislação específica.

§ 2º Nas situações referidas no caput, será exigida a assinatura do Termo de Entrega de Mercadoria Objeto de Ação Fiscal a que se refere o § 4º do art. 48 da Instrução Normativa SRF nº 680, de 2 de outubro de 2006, e, sendo o caso, a prévia manifestação do órgão responsável pelo controle específico a que possa estar sujeita.

§ 3º A importação ou exportação desembaraçada nos termos deste artigo ficará sujeita a procedimento fiscal no âmbito dos programas de fiscalização aduaneira pós-despacho, observados os critérios e parâmetros de seleção neles estabelecidos.

Art. 2º A faculdade prevista no art. 1º pode ser aplicada, ainda, pelo Superintendente da Receita Federal do Brasil relativamente a despachos aduaneiros realizados nas unidades da RFB da respectiva região fiscal.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

JORGE ANTONIO DEHER RACHID

*Este texto não substitui o publicado oficialmente.
Página Principal imprimir documento
Sistema mais bem visualizado nos navegadores Internet Explorer 6 e Mozilla Firefox 3.5 ou superiores.